Nós queremos conhecer você! Responda a esta rápida pesquisa.

Serra SC Online

Lages

Publicidade

Evento vai reunir experiências nacionais e internacionais sobre Justiça Restaurativa

Publicado por Mário Cesar Silva - 21/03/19 17h33

A programação do I Seminário Internacional de Justiça Restaurativa de Lages conta com a participação de autoridades nacionais e internacionais no tema. Experiências do Canadá e do Brasil serão compartilhadas no evento agendado para a próxima segunda (25), a partir das 9h. As 480 vagas disponíveis para acolher o público no Teatro Marajoara foram requisitadas assim que as inscrições foram abertas e oferecidas gratuitamente.

Por conta do grande número de interessados em acompanhar as discussões, o seminário será transmitido ao vivo pela internet no endereçowww.imagemtv.com.br

O credenciamento dos participantes inicia às 9h. Em seguida, às 9h30min, ocorre a abertura do evento. Paulo Moratelli, psicólogo e delegado internacional para o Brasil da Sociedad Científica de Justicia Restaurativa (Espanha), vai tratar do assunto e suas práticas.

No período da tarde, às 13h30min, a primeira mesa redonda tratará dos programas e experiências no campo da Justiça Restaurativa no Quebec, com ênfase na violência contra a mulher, com a participação de três canadenses.

Serge Charbonneau, diretor de Equijustice (Rede de Justiça Restaurativa e Mediação Cidadã) do Quebec e pesquisador do Centro Internacional de Criminologia Comparada da Universidade de Montreal, Catherine Rossi, professora da Universidade Laval no Departamento de Serviço Social e Criminologia, e Marie-Clarie Belleau, professora do Departamento de Direito da Universidade Laval, serão os palestrantes.

A coordenação ficará a cargo de Theophilos Rifiotis, professor do Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social e coordenador do Laboratório de Estudos das Violências da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Serge e Catherine continuam no evento à noite para falar sobre Justiça Restaurativa e Juventude no Quebec (Canadá). O trabalho será coordenado pelo juiz da 2ª Vara Criminal da Comarca de Lages, Alexandre Takaschima. O magistrado reforça que Lages é a primeira cidade catarinense a ter uma legislação municipal que trata do Programa de Justiça Restaurativa e o assunto vem ganhando cada vez mais espaço. “Queremos popularizar o tema para que a comunidade compreenda sua finalidade e os debates saiam do meio acadêmico e jurídico”.

A proposta do Seminário é do Polo de Justiça Restaurativa de Lages, composto por profissionais de diversos órgãos. O evento conta com o apoio da Prefeitura de Lages, Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC), Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), Laboratório de Estudos das Violências da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

serge 1

Taina Borges

Jornalista

Núcleo de Comunicação do TJSC – Comarca de Lages

 

Adicionar comentário

Preencha seu

Código de segurança Digite o código de segurança

Gerar nova imagem