Nós queremos conhecer você! Responda a esta rápida pesquisa.

Serra SC Online

Região

Publicidade

Seminário busca promover a melhoria dos processos produtivos e padrões de qualidade do Mel

Publicado por Mário Cesar Silva - 06/05/19 20h48

O Sebrae/SC, em parceria com a Epagri e a Federação das Associações dos Apicultores de Santa Catarina (FAASC), promove nos dias 8 e 9 de maio, em Mafra e Bocaina do Sul, respectivamente, o Seminário Regional de Apicultura da Serra Catarinense e do Planalto Norte Catarinense - Notoriedade para a Indicação Geográfica do Mel de Melato da Bracatinga. O evento, destinado aos apicultores e outros atores da cadeia produtiva do Mel de Melato da Bracatinga, busca promover a melhoria dos processos produtivos e padrões de qualidade do produto, assim como aprimorar as técnicas dos apicultores e estabelecer critérios de garantia da origem do mel produzido.


De acordo com com o coordenador dos projetos de IG do Sebrae/SC, Alan Claumann, a apicultura de Santa Catarina tem mostrado seu potencial tanto na produção como na diferenciação de méis de qualidade, reconhecidos internacionalmente. “Conscientes do diferencial do nosso produto, o Sebrae/SC, a Epagri, a FAASC, a UFSC e o MAPA estão trabalhando no projeto que busca a Indicação Geográfica para o Mel de Melato da Bracatinga. A conquista da IG, além de agregar valor ao produto produzido em Santa Catarina, também deve trazer mais visibilidade nacional e internacional para a produção catarinense, refletindo diretamente no acesso a novos mercados”, comenta Alan.


No Brasil, as IGs são concedidas pelo INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial) e estão previstas na Lei de Propriedade Industrial (nº 9.279/1996), nas formas de Indicação de Procedência e de Denominação de Origem. As indicações geográficas reconhecem produtos com qualidades relacionadas a sua origem de produção, que abrangem aspectos culturais, étnicos, regionais e de qualidade intrínseca atribuída pelo território, por serem notoriamente ícones e únicos no mundo.


O Projeto de reconhecimento da IG do Mel de Melato da Bracatinga está em andamento e a previsão de entrega do dossiê ao Instituto Nacional de Propriedade Intelectual é no mês de novembro de 2019. “Estudos preliminares indicam que a área de produção do mel de melato da bracatinga abrange cerca de um quinto do território catarinense, ela se estende do Planalto Sul ao Planalto Norte. Há pequenas áreas de ocorrência no Rio Grande do Sul e no Paraná, mas aproximadamente 90% da produção está em Santa Catarina, com mais de 4000 apicultores nestas regiões que poderão se beneficiar com o reconhecimento da Indicação Geográfica”, complementa Alan.


O coordenador regional do Sebrae na Serra Catarinense, Altenir Agostini, destaca que a Indicação Geográfica valoriza o produto. “O selo demonstra e defende uma identidade regional, aumenta a competitividade no mercado e dificulta a falsificação, porque o mel passa a possuir uma identidade própria que o distingue dos demais produtos de igual natureza”.


Mel de Melato da Bracatinga

A associação entre a árvore Bracatinga (Mimosa scabrella), um inseto chamado Cochonilha (insetos sugadores que atacam o tronco da Bracatinga) e as abelhas resulta no Mel de Melato da Bracatinga, um produto único, mais escuro, rico em minerais e ligeiramente menos doce daquele mel de néctar floral.


O Mel de Melato da Bracatinga é colhido de dois em dois anos, com uma safra que vai de março a maio, exatamente nos anos pares. O produto foi durante muitos anos motivo de dor de cabeça aos apicultores catarinenses, mas caiu no gosto do consumidor alemão e alcançou o posto de mel brasileiro mais bem pago no exterior.


SERVIÇO:

O quê: Seminário Regional de Apicultura da Serra Catarinense e do Planalto Norte catarinense - notoriedade para a indicação geográfica do mel de melato da bracatinga.

Quando: 08 de maio, em Mafra

09 de maio, em Bocaina do Sul

Horário: das 8h30 às 17h

Local em Mafra: London

mel


 

 

Adicionar comentário

Preencha seu

Código de segurança Digite o código de segurança

Gerar nova imagem